OFICINA LITERÁRIA DA DIVERSIDADE

OFICINA LITERÁRIA DA DIVERSIDADE E A SUA IMPORTÂNCIA NO MOVIMENTO LGBTQIAPN+

Que tal se preparar para a segunda edição do DIGO Literário aprendendo a escrever o seu livro com tema da diversidade. Grátis e durante o IX DIGO Festival com o escritor premiado Jeocaz Lee-Meddi e convidades.

Horário, dias e local:

15 horas
Dias 13 e 14 de junho
Centro Cultural Martim Cererê
Endereço: Tv. Bezerra de Menezes – St. Sul (viela 84)

10 da manhã
Dias 17, 18 e 19 de junho
Teatro Zabriskie
Av. Antônio Martins Borges, 121 – St. Pedro Ludovico

Valor: Gratuito

FAÇA AQUI SUA INSCRIÇÃO

Censura: 18 anos

A Oficina Literária da Diversidade destina-se a estudar e a realizar textos da temática LGBTQIAPN+ !
O estudo literário ajuda à compreensão das lutas atuais. É importante ensinar a técnica de escrever literatura a quem tem a inspiração e a intuição. Desenvolver e compreender a literatura nas lutas sociais pelos direitos à diversidade.
A ideia da oficina literária como projeto surgiu da procura de várias pessoas que têm vontade de escrever livros e não sabem como fazer! Também da necessidade de ensinar como as pessoas podem produzir literatura de forma a unir técnica e inspiração e, quebrar tabus e preconceitos na luta pela aceitação das diversidades.
Destina-se a propostas de elaboração de estudo da temática LGBTQI+ pela ótica da literatura universal através dos séculos. Oficina como elaborar textos com visão crítica e social através de crônicas, ou criação da linguagem de contos, técnica na criação do romance, da dramaturgia em texto teatral e técnica em roteiros para cinema ou televisão, com inspiração em textos universais com vertente homoafetiva.

  1. Introdução à Literatura de Diversidade:
    A Literatura LGBTQIAPN+ através da história.
    Amores Homoafetivos na Mitologia Greco-Romana.
    Autores Homossexuais e Reflexos na sua Obra-Literária.
    Debate sobre a temática abordada.
  2. Crônicas e Linguagem Jornalística:
    Como interpretar manchetes e textos jornalísticos.
    A crônica social e sua elaboração.
    Expressões e palavras a se evitar.
    Exercício individual de elaboração da crônica.
  3. O Conto:
    A linguagem dos contos ou pequenas histórias.
    A liberdade de criação na linguagem do conto.
    Exercício individual na criação de histórias curtas.
    – Exercício em grupo na criação de histórias curtas.
  4. O Romance:
    O romance na literatura Universal.
    A Linguagem e formas de romances.
    Exercício individual na ideia da criação do romance.
    Exercício em grupo na ideia da criação de um romance.
  5. Texto Dramatúrgico e Roteiros :
    O Teatro através dos tempos e as peças Homoafetivas.
    Como criar textos através da linguagem teatral.
    O cinema LGBTQ+.
    Criação de roteiros.
    Exercício individual e em grupo de criação de um pequeno roteiro

Aprender fazendo

Será utilizada exposição com recursos audiovisuais, com estudo geral da literatura, técnicas de escrita nos diversos estilos de expressão literária, tais como romance, crônica, roteiros, contos, com exercícios de criação individual de pequenos textos, além de desenvolvimento de debates e interpretação de ideias e textos, debates com visão crítica e social através dos tempos e do momento atual. Dinâmicas e trabalhos de criação em grupo.

No final, a elaboração de um texto dramatúrgico de teatro e um roteiro de cinema coletivos.

Geral:
Realizar a Oficina de Estudo e Criação Literária direcionada a comunidade LGBTQIAPN+ com foco em inclusão, visão crítica, histórica e criativa à literatura e compreensão da expressão através da palavra.

Todos os participantes receberão certificados com participação mínima de 20 horas.

Específicos:

Capacitar os participantes e interpretar, criar, desenvolver e executar projetos literários culturais e textos que abordem e registrem a diversidade em todos os tempos histórico.
Formar autores novos com técnicas literárias e de expressão que os faça entender o seu tempo e a sua diversidade;

Gerar a técnica de diversas formas de escrita àqueles que possuem a intuição e inspiração;
Desenvolver a literatura da diversidade em pessoas que por pressão social, têm medo ou limitações na liberdade de criar suas obras;

Promover a arte de escrever sobre o seu tempo e a sua expressão e no mundo;

REFERÊNCIAS:

FIELD, Syd. Como Resolver Problemas de Roteiro – São Paulo: Objetiva, 2002. FIGUEREDO, Guilherme de. Como Escrever Peças de Teatro. Em PDF. FORSTER, E.M. . Aspectos do Romance – Porto Alegre: Editora Globo, 2004.
MARQUEZ, Gabriel Garcia. Como Contar Um Conto – Rio de Janeiro: Casa Jorge Editorial, 1995.
SABOYA, Jackson. Manual do Autor Roteirista – 2. ed. Rio de Janeiro: Record Editora, 1992. SERAFINI, Maria Teresa. Como Escrever Textos – São Paulo: Genérico Editora, 1987.