Aonde vão os pés, Débora Zanatta, PR, Ficção 14´

Sinopse: Ela percorre os caminhos da adolescência com coragem para viver seus desejos. E no encontro com o inesperado se coloca a correr, confiante em seus próprios pés.

Ficha Técnica:

Ano da produção: 2020
Classificação indicativa: 10 anos
Cor: Colorido
Elenco: Thalita Maia, Eliane Campelli, Giovanna Negrelli, Rosana Stavis, Marcel Malê Szymanski e Zeca Cenovicz
Roteirista: Débora Zanatta
Edição: Camila Macedo, Natacha Oleinik e Tami Taketani
Direção de Arte: Gabriella Olivo
Som: Carmen Agulham

Redes Sociais:

https://www.facebook.com/debora.zanatta.35
https://www.instagram.com/debozanatta
https://www.facebook.com/beijaflorfilmes
https://www.instagram.com/beijaflorfilmesoficial

Beatmakers, Luciana Santos e Sabrina Emanuelly, SP, Doc 22´

Sinopse: O documentário “Beatmakers” acompanha a rotina de quatro mulheres que vivem da música: Rafa Jazz co fundadora da Casa Brasilis, Iasmin Turbininha uma das principais difusoras do funk carioca 150 BPM, Evehive Dj residente da Bandida Coletivo e Sue da vertente da música experimental e produtora na Purple Produções.

Ficha Técnica:

Classificação indicativa: livre
Cor:Colorido
Elenco: Evehive, Sue, Rafa Jazz e Iasmin Turbininha
Roteirista: Luciana Santos
Edição: Luciana Santos
Direção de Arte: Sabrina Emanuelly
Som: Sabrina Emanuelly

Redes Sociais:

https://www.instagram.com/lua.jpg
https://www.instagram.com/sabirina

Entre, Ana Carolina Marinho e Luz Bárbara, SP, Ficção 15´

Sinopse: Separadas por um veio poluído do rio Tietê, Jaci e Maria se relacionam entre suas janelas. Cada margem, uma cidade. Nesse limiar, a distância entre as duas mulheres parece só aumentar. Jaci suspeita que Maria está sob cárcere doméstico e decide atravessar o rio.

Ficha Técnica:

Festivais e prêmios: Prêmio Estímulo ao Curta-Metragem 2017 (SP)
Classificação indicativa: 16 anos
Cor: Colorido
Elenco: Anna Zêpa, Daniela Evelise, Rudifran Pompeu
Roteirista: Luz Bárbara
Edição: Ana Carolina Marinho
Direção de Arte: Alice Assal
Som: Isadora Torres
Trilha sonora: Anna Trea

Redes Sociais:

https://www.instagram.com/belafilmes
https://www.instagram.com/arengafilmes
https://www.instagram.com/anacarolina.marinho
https://www.instagram.com/annazepa
https://www.instagram.com/yluzbarbara
https://www.instagram.com/annatrea
https://www.instagram.com/alicelassal

Isolada, Ana Domitila Rosa, GO, Ficção, 12´

Sinopse: Isolada em Goiânia depois da evacuação da cidade, Amanda reporta as notícias sobre a nova mutação do vírus da Covid-19 através de suas redes sociais. Ela mantém contato apenas com sua namorada Carol, até que Douglas entra em sua vida. Coisas estranhas começam a acontecer e Amanda questiona se está realmente tão sozinha quanto pensa.

Ficha Técnica:

Classificação indicativa: 14 anos
Cor: Colorido
Elenco: Ana Domitila Rosa, Gustavo Castro e Bárbara Felipe
Roteirista: Ana Domitila Rosa
Edição: Ana Domitila Rosa
Direção de Arte: Ana Domitila Rosa
Som: Iara Daniel
Trilha sonora: Nayara Terumi

Polifonia – mulheres na técnica, Thais Robaina, SP, DOC, 24´

Sinopse: O mercado audiovisual brasileiro é masculino, hétero, branco e elitista! Se você discorda, te lançamos o desafio: na próxima produção que você estiver presente conte quantas pessoas estão trabalhando e quantas delas são mulheres, LGBTI+, não brancas e da periferia. A matemática te dá a resposta! e queremos um mercado mais plural, mais diverso, mais rico, é urgente falar sobre isso. Convidamos as maravilhosas Evelyn Santos, Fernanda Frate, Julia Zakia, Kali Robaina, Michelle Rodrigues e Thais Robaina no primeiro episódio da série POLIFONIA e queremos convidar você

Ficha Técnica:

Classificação indicativa: 14 anos
Cor: Colorido
Elenco:Evelyn Santos, Fernanda Frate, Julia Zakia, Kali Robaina, Michelle Rodrigues e Thais Robaina
Roteirista : Maria Fonseca e Thais Robaina
Edição : isis Freitas
Direção de Arte : Wendel Cirqueira
Som: Walace Lima
Trilha sonora: Sem trilha original

Quem eles pensam que eu fui, Débora Fiuza, RJ, Ficção 14´18

Sinopse: Ao passar por um processo de luto, Bia entra em contato com a morte pela primeira vez de forma tão pessoal e angustiante. O drama acompanha o dia do sepultamento em que a morte, pressuposta consequência da violência da cidade, atrai desconfortáveis comentários. Bia encara os sentimentos de outros enquanto reprime seu próprio sofrimento por perder Íris, que retorna em insistentes memórias, revezando entre o aconchego e a melancolia. As recordações revelam a relação íntima entre as duas, à medida que se apaixonam, e revelam um relacionamento abusivo no passado de Íris. A raiva de Bia contrasta com o afeto entre as duas, em uma trégua em meio a dor, a memória do amor faz a vida valer a pena.

Ficha Técnica:

Classificação indicativa: Livre
Cor: Colorido
Elenco:Bia – Thay Santos Íris – Estela Silva Marina – Luciana Bellizzi Senhora – Debora Wainstock Lara – Isabele Riccart Igor – Henrique Costa
Roteirista : Débora Fiuza
Editor : Giulia Nagel
Direção de Arte : Loli Brito e Agatha Montoto
Som: Marian Von Seckendorff
Trilha sonora: Troá

https://www.instagram.com/dracainafilmes
https://www.instagram.com/thebinha
https://www.instagram.com/dandanmynssen

Reconexões, Carolina Timoteo, SE, Experimental, 4´

Sinopse: Diante do caos do antropoceno, a ansiedade e a sensação de impotência recheiam os dias. Inspira, expira. O refúgio está nos sonhos, onde a utopia existe nos mergulhos interiores mais profundos. Um oceano de saudades. Reconexões são essenciais e involuntárias como forma de sobrevivência.

Ficha Técnica:

Classificação indicativa: Livre
Cor: Colorido
Roteiro, direção, produção executiva e interpretação: Carolina Timoteo
Produção: Carolen Meneses
Fotografia, montagem e edição: Júlia Da Costa
Trilha sonora, desenho de som e mixagem: Janaína Disfalq
Masterização: Adam Viana
Ilustrações: Taíme Gouvêa
Realização: Filmes de Lama e Floriô Filmes

Redes Sociais:
https://www.instagram.com/cacods
https://www.instagram.com/filmesdelama